Aqui está o que eu fiz pela pascoa na casa de uma tia em Odeceixe O Folar tradicional de lá Bem diferente do meu. Prometo colocar a receitinha vou ter de a pedir á tia eu só amassei. Aki está o meu pão amassei tb eu e ainda tb fiz os meu foloares de que gosto muito, quando cheguei ao fim estava de rastos, mas valeu a pena estava tb maravilhoso todos gostaram flower

9 comentários:

Larana disse...

hummmmmmmmmmmmmm, mas que bom minha querida, está um folar bem apetitoso

bom fim de seman e beijinhos

Ana Carolina disse...

Ola seja bem vinda ao Comidinhas e coisinhas!
Que bom ue voce gostou do blog!!
espero sua visita e seus comentarios beijos mil
Aninha

Nela Espírito Santo disse...

Parabéns pelo seu espaço. Está bem conseguido. Simples e objectivo.

Prometo voltar.
Bjxxxxx,
Nela

margarida disse...

olá . os folares estão muito bonitos

fénix renascida disse...

Delicioso:)))

O meu assunto, porém, é outro:

Trata-se de decidir sobre a guarda dos filhos, em caso de separação: guarda à mãe (que é normalmente, a figura de referência da criança), ao pai (que é, muitas vezes, aquele que oferece melhores condições), ou conjunta? Pode um juíz decidir por esta última, contra a vontade de um casal que acaba de se separar? Pode decidir pelo pai, ainda que nada haja a apontar à mãe?

Palavras sábias de um pai que ganhou, em tribunal, a custódia dos filhos: A tutela dos filhos é um empreendimento para a vida; não pode ser gerido por dois sócios que não se entendem. As pessoas não conseguem deixar de usar o seu poder para anular decisões e exercer pressões. É preferível que só um dos pais tenha a tutela, por muito que isso custe ao outro. A educação de uma criança não é passível de falhas.'

Ponhamos a mão na consciência: se a lei não permite que se separe as crianças de junto dos seus pais, mesmo que estes vivam em fracas condições, porque razão há-de um juíz atribuir a guarda ao progenitor que ofereça melhores condições? É este o superior interesse da criança?!

Eis a minha petição pela salvaguarda daquilo que eu entendo ser um direito NATURAL das mães (desde que estas tenham o MÍNIMO de condições e se revelem BOAS -mas não perfeitas, claro- mães).

http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N575

Maria disse...

Olá, estive a ver o teu cantinho e gostei muito, espero que continues assim o meus parabéns.
Digo-te já que fiquei fã e que já o corri de uma ponta a outra!
BJ

Nela disse...

Bonito o teu blog parabens.

belinhagulosinha disse...

arabéns fatima,jinhos grandes

Wservir disse...

Olá,

Nós tinhamos uma parceria de troca de links mas não encontro o meu link no teu blog. Irei remover o teu link que tenho no meu blog, se quiseres voltar a activar envia-me um mail para: entradasepetiscos@gmail.com

Link: http://entradas-receitas.blogspot.com

Vê aqui as vantagens da troca de links:
http://helpblogwservir.blogspot.com/2010/10/como-aumentar-as-visitas-do-seu-blog.html

Atentamente,

Octávio